sábado, 23 de junho de 2012

Bolos de São João -Bolo Cremoso de Fubá - Bolo de Pamonha e Bolo de Carimã

Bolo de Pamonha
Vocês sabem que aqui no Nordeste do Brasil a tradição da festa de São João é fortíssima. Amo as comidas: o milho(principalmente o assado), o amendoim, os bolos, a canjica... enfim tudo isso é muito gostoso. Aqui vão alguma delícias que fiz neste dia de S.João, apesar de não comemorar a data, mas amo as comidas...



Ingredientes:
1 lata de leite condensado
1/2 xícara de leite
5 espigas de milho debulhadas (mais ou menos 600 g de milho)
5 colheres de margarina
3 ovos
1 col de sopa de fermento em pó

Modo de fazer


olha ele ai
Bati no liquidificador a lata de leite condensado 1/2 xícara de leite, o milho a manteiga e os ovos  Coloquei o fermento e assei em forma de buraco no meio untada e enfarinhada.
o bolo de Pamonha saindo do forno


BOLO CREMOSO DE FUBÁ







Este bolo não ficou exatamente como o original, a parte cremosa deveria ter ficado no meio mas ficou embaixo Já sei o motivo: a forma era grande para ele. Tem que ser feito em uma form onde ele fique alto para que o receheio fique no meio, tente!

Ingredientes:
1 xic e 1/2 de fubá
2 xic de açucar
2 col sopa (bem ceias de farinha de trigo)
5 col de margarina (usei manteiga)
4 xic de leite
3 ovos
1 pitada de sal
2 col sopa de fermento
raspas de limão
100 g de queijo ralado

No liquidificador coloquei primeiro os secos - a fubá, o açucar a farinha de trigo . Na sequência a manteiga, o leite, os ovos e 1 pitada de sal. Bati tudo bastante e acrescentei o queijo e as raspas. Coloquei numa forma untada e polvilhada com farinha, que deve ser funda mas não grande ele fica bom quando fica douradinho .



Agora a delícia do São Joào está aqui: Bolo de Carimãhttp://ivaneidepassos.blogspot.com.br/2011/08/bolo-maraviloso-de-carima-puba.html. Nunca vi bolo igual a esse. Sucesso garantido!!
Todos esse bolos achei no Rainhas do Lar

terça-feira, 19 de junho de 2012

Bolo Merengue de Morangos


Todos sabem minha dificuldade com  decoração de bolos.. mas, breve farei minhas  especializações. Esse bolo até que não foi tão difícil, mas sei que poderia ficar mais bonito. Agora... o sabor hummmm, delicioso. Já fiz algumas vezes e é um sucesso aqui em casa.. Achei no maravilhoso Pecado da Gula.
Ingredientes:
Para a massa vocês podem usar qualquer pão de ló. Eu usei esta aí embaixo
Pão de Ló:
 2 xícaras de farinha de trigo
2 xícaras de açúcar
1 xícara de leite morno
5 gemas de ovo
5 claras de ovo
1 colher (sopa) de margarina ou manteiga
1 colher (sopa) de fermento químico em pó
1 colher (chá) de essência de baunilha
Modo de fazer
Pré-aqueci o forno a 180ºC.
Bati as claras em neve, reservei. Bati a manteiga, as gemas com o açúcar até ficar um creme e não desaparecer o açúcar. Acrescentei aos poucos, a farinha, o leite, a baunilha e o fermento. Por último, acrescentei delicadamente as claras em neve. Dividi a massa em três formas redondas de  20cm untadas (mas poderia ser de 18) Levei ao forno para assar por cerca de 35 minutos. Depois de pronto, deixei esfriar.

Recheio:
500g de creme de leite fresco
2 bandejas de morangos

Modo de fazer:
bati o creme ao ponto de chantilly cortei os morangos em fatias largas no sentido do comprimento, reservei.

Calda caseira
1/2 xícara de açúcar
1½ xícara de água

Levei ao fogo até ferver e o açúcar se dissolver. Deixei esfriar, separei 150ml e adicionei 3 colheres de sopa de licor Cointreau.

Montagem:
Montei num uma aro do tamanho do bolo, 18cm ( mas , segundo Akemi, pode ser dentro de uma forma forrada com filme plástico cortado com folga para poder cobrir todo o bolo montado ou ainda no prato de servir). Coloquei um bolo(é bom dar uma raspatinha  para penetrar a calda), reguei com calda caseira (pode ser guaraná) ( ou qualquer calda que saiba fazer), espalhei uma farta camada de chantilly, morangos colocados em pé- cortados em faria  no sentido vertical (mas você pode  apenas picar groseiramente) e suspiros picados grosseiramente(Não quebre os suspiros muito pequenos porque eles se dissolvem e não se percebe depois ). Cobri com outro disco de bolo e repiti toda a operação. Por fim, cobri com o último disco de bolo, umedeci com calda, cobri o aro com o filme e deixei na geladeira  por uma noite. Desenformei e decorei conforme Akemi.





sábado, 16 de junho de 2012

Rigatoni ao molho branco com Cogumelos


Faço essa massa há muito tempo,  é de Nigella, mas achei no  extinto Blog Prato a Porter, a receita original não informava as quantidades exatas e, pela minha experiência de repeti-lo sempre, tentei atribuir, mas podem haver variações. Minha amiga Ana Elvira ama! enfim, foi o prato principal do jantar com a família que citei num dos posts anteriores.

Ingredientes

massa
500 g de rigatone grano duro
500 g de  cogumelos frescos variados (uso sempre o shimeji , amo. Mas você pode usar qualquer um)
alho a gosto
cebola a gosto
tomilho fresco
pimenta do reino
Queijo parmesão e gruyere  ralados na hora para povilhar
sal

Para o molho branco (mas você pode usar qualquer molho branco que goste)

1 col de sopa de manteiga
1 l de leite
1 lata de creme de leite
1 col de sopa de farinha de trigo
pimenta do reino
noz moscada ralada
sal

Modo de fazer:

Cozinhei o rigatone al dente. Fiz um refogado com a manteiga a cebola e o alho. acrescentei os cogumelos picados (em pedaços não muito pequenos) e deixei ficarem macios, então temperei com a pimenta o sal e o tomilho. Reservei.
Fritei a cebola e o alho ralados na manteiga. Depois acrescentei 1 litro de leite,  tirei um pouquinho para dissolver a farinha (gosto de ferver o leite e deixar esfriar pois tenho medo de cortar). Dissolvi a farinha no  leite e despejei na panela e mexi até engrossar. Temperei com sal, pimenta do reino da hora e noz moscada ralada. No final acrescentei uma lata de creme de leite com soro.

Misturei tudo, polvilhei com bastante parmesão e Gruyere e coloquei no forno para gratinar (um pouco pois não gosto muito gratinado.).





quarta-feira, 13 de junho de 2012

Bolo de Limão Siciliano com Chocolate Amargo


Gente,

Fiz esse bolo para um café da manhã de uma colega de trabalho. Fiz despretensiosamente, apesar de saber que era uma receita da Chef Samantha Aquim,  premiada pela Revista Veja Rio, conforme  Zefinha do Blog  Culinária da Zefinha. Mas, como ela não fez a receita, apenas a publicou,  fiquei em dúvida. Gente, uma delícia!. Agora tenho que confessar que não tinha chocolate meio  amargo em casa, usei um que eu tinha trazido da Africa do Sul (delicioso)  uns 70 gramas, ficou com déficit de chocolate, mas nem por isso menos gostoso.. só prejudicou a foto, mas a massa super fofa!

Ingredientes
1 xícara (chá) de manteiga sem sal
1 xícara (chá) e 3 colheres (sopa) de açúcar de confeiteiro
3 ovos
1 xícara (café) de leite integral (usei desnatado mesmo)
1 ½ xícara (chá) de farinha de trigo
6 g de fermento químico
100 g de chocolate amargo picado
20 g de raspas de limão siciliano

Para a calda
1 colher (sopa) de açúcar
1 colher (sopa) de rum
1 colher(sopa) de suco de limão siciliano

Modo de preparar
Bati a manteiga com o açúcar na batedeira em velocidade baixa até obter uma massa leve. Acrescentei o ovo, deixei a massa ficar homogênea, e adicionei o leite aos poucos. Ainda em velocidade baixa, juntei a farinha de trigo misturada com o fermento químico. Sem bater, acrescentei à massa as raspas de limão e metade do chocolate picado. Coloquei metade da massa na assadeira, cubri com o restante do chocolate picado e botei a outra metade da massa. Assei em forno médio baixo, pré-aquecido, por aproximadamente 50 minutos.Esse bolo é feito em assadeira, mas usei uma forma.
Para a calda, misturei o açúcar, o rum e o suco do limão siciliano até atingir o ponto de calda. Assim que a massa saiu do forno, reguei com a calda.
*Dica do chef
Use ingredientes em temperatura ambiente para deixar a massa mais leve.
*Curiosidade
A chef Samantha Aquim aprendeu esta receita em Paris enquanto cursou a escola de gastronomia Lenôtre.

* Zefinha deu essas informações.







ficou com pouco chocolate, mas, uma delicia!

segunda-feira, 11 de junho de 2012

Sopa de cebola gratinada


Essa sopa foi uma das entradas do Jantar em família. Muito gostosa. Achei no livro Receber com Charme , da Casa & Comida. Da próxima vez farei o caldo caseiro para usar na sopa, acho que torna a sopa  com melhor sabor , mais natural, recomendo!

Ingredientes:

3 col de sopa de manteiga
1 kg de cebola cortadas em rodelas finas
2 col de sopa de farinha de trigo
1 litro de caldo de carne ou galinha
sal e pimenta a gosto
fatias de baguete, amanhecidas
queijo parmesão ou gruyere (usei parmesão)

Modo de fazer

Coloquei as cebolas para fritas com a manteiga, deixei dourar em fogo brando. Juntei a farinha e cozinhei por mais um minuto. Adicionei o caldo de carne (usei carne) e cozinhei em fogo baixo por 20 min.. Tostei o pão no forno (levemente) quando a sopa estiva pronta  provei e acertei o sal e a pimenta. Coloquei em tigelas refratárias,cobri com uma fatia de pão e polvilhei com bastante queijo , levei ao forno bem quente para gratinar.






domingo, 10 de junho de 2012

Bruschetta de Figo, mel, pecorino e parma


Achei essa receita no gastrolândia. Surpreendente sabor, apesar dos convidados (familiares, a principio, achado estranho). Eu amei o sabor e o inusitado!

Ingredientes:
2 fatias de pão italiano cortadas em grossura média
4 fatias de figos frescos ( a parte central da fruta)
2 fatias grandes de presunto parma
4 folas de rúcula, sem cabos
2 fatias de queijo pecorino
2 fio de azeite extra virgem
3 col de mel um fio de azeite e o queijo.levei ao forno médio até que derretesse e o pão ficasse crocrante. Retirei

Modo de fazer

Coloquei as farias de pão em uma assadeira e sobre elas  um fio de azeite e o queijo.levei ao forno médio até que derretesse e o pão ficasse crocrante. Retirei. Sobre cada fatia coloquei o parma, duas folhas de rúcula, duas fatias de figo e reguei com mel. Servi imediatamente!







hummm...

sexta-feira, 8 de junho de 2012

Cardápio II - para jantar com família, dia 1/6

Jantar para família ficamos mais relexadas, mas nem por isso se deixa de fazer o melhor que podemos. Escolhi um cardápio com elementos desconhecidos deles. Um dos meus irmãos achou estranho a massa  com molho branco (que ele chamou de mingau) mas, deixei uma carta na manga e pedi para ele comer que depois eu serviria algo que atendesse mais ao seu gost  e foi o que aconteceu, depois dele comer a massa servi uma maniçoba, rs

Cardápio

Entradas

Bruschetta de Figo, mel, pecorino e parma
Sopa de cebola gratinada

Prato Principal

Rigatoni com cogumelos frescos

Sobremesa

Carpaccio de frutas tropicais

quinta-feira, 7 de junho de 2012

Mingau de milho verde


Gente, pense ai num mingauzinho de milho verde com coco, bem quentinho numa manhã de um feriado....? foi assim, hoje.. delicía! Achei num site da  internet e fiz adaptações.

Ingredientes:

1 lata de milho verde
200 ml de coco (retirei o sumo de um coco pequeno)
2 latas de leite (botei 1)
1 col de amido de milho dissolvida e 1/4 de lata de leite (não botei)
3 col de sopa de açucar (botei 2 de sobremesa)
1 pitada de sal
8 cravos da india
1 pau de canela
canela para povilhar

Bati o coco cortado em fatias finas com a água do milho, extraí o sumo disso e  bati esse suco com o milho. Coloquei numa panelinha e acrescentei o açucar a canela e o cravo, 1 lata de leite e colcoquei no fogo baixo mexendo até obter uma consistência.



quarta-feira, 6 de junho de 2012

Espaguete ao Gorgonzola





























Essa receita  é minha velha conhecida. Sabe quando você quer algo rápido e gostoso ? Achei em um livreto de um mercado aqui em Salvador, há algum tempo atrás.


Ingredientes
400 g de espaguete grano duro
200 g de queijo gorgonzola cortado em cubos

150 g de queijo cremoso (não é requeijão, é queijo cremoso)

1 xic de leite 1 col de sopa de maisena

3 cebolinhas verdes picadas, incluindo a parte branca queijo parmesão ralado na hora, sal e pimenta preta moída na hora a gosto

Modo de Preparo

Cozinhei a massa em água fervente (observando o tempo para ficar al dente)

Dissolvi a maisena no leite e levei ao fogo em um panela.Quando levantou fervura acrescentei o gorgonzola. Deixei em fogo brando, mexendo até derreter o queijo. Acrescentei o queijo cremoso, corrigi o sal e quando o molho estava cremoso e homogêneo, acrescentei a cebolinha e retirei do fogo. Misturei o molho no espaguete, polvilhei com queijo parmesão e servi com pimenta preta a gosto (tem que ser servido imediatamente, senão o molho desaparece e fica ressecado)




segunda-feira, 4 de junho de 2012

Bruschette com pecorino e nozes



Gente,

Essa é mais uma entradinha do jantar do dia 26/5. Trata-se de uma Bruschetta cuja receita está no livro Sob o Sol da Toscana. O livro traz muitas receitas da Toscana (região que mais amo na Itália-aliás, difícil dizer a que mais gosto!).Porém essa eu usei a receita do livro Receber com charme (que não derrete o queijo) mas aguardem que farei tal qual o livro , cujas receitas estão abaixo.

Abaixo receitas do livro (todas que pretendo fazer!) retirei do Blog Órfão de Ofélia :
Crostini, os antipasti que aparecem em todos os cardápios da Toscana, e bruschette são pedaços de pão sobre os quais se aplicam ou se espalham diversas coberturas. Os crostini são fatias redondas de pão, daquelas bisnagas vendidas no forno. (…) Bruschette são feitas com pão de forma comum, fatiado, molhado rapidamente no azeite de oliva, grelhado ou assado na brasa, no qual depois se esfrega um dente de alho. No verão, com tomates picados e manjericão, aparece muitas vezes como primeiro prato ou lanche. Já as robustas bruschette de inverno são divertidas de preparar na lareira.

Bruschette com pecorino e nozes Prepare bruschette como descrito acima. Para cada bruschetta, derreta lentamente uma fatia de pecorino (ou fontina) numa frigideira sobre carvões quentes ou no fogão. Quando ligeiramente derretido, salpique nozes picadas sobre o queijo. Com uma espátula, passe o queijo para o pão tostado.
Bruschette com pecorino e prosciutto Prepare bruschette. Numa frigideira de ferro sobre as brasas ou numa frigideira antiaderente no fogão, derreta levemente o pecorino, cubra com o prosciutto e então com mais uma fatia de pecorino. Vire para que os dois lados derretam e encrespem nas pontas. Passe para o pão.

Bruschette com verduras Pique cavolo nero, repolho negro (ou acelga). Tempre e refogue em azeite de oliva com dois dentes de alho amassados. Espalhe um ou duas colheres de sopa em casa bruschetta.

Bruschette com pesto di rucola Prepare bruschette, desta vez cortando o pão em pedaços pequenos. Num pilão ou num processador de alimentos, triture um molho de rúcula, sala e pimenta, dois dentes de alho e ¼ de xícara de pinhões. Misture bem e então vá incorporando lentamente azeite de oliva em quantidade suficiente para fazer uma pasta grossa. Acrescente ½ xícara de parmesão ralado. Passe no pão tostado.” 

Nota: não é tão fácil encontrar pecorino ou fontina por aqui, mas acho que podemos fazer experimentações com outros queijos. O prosciutto pode ser trocado pelo presunto de parma e o repolho roxo pelo comum ou por acelga. Que tal?

A Receita que fiz do Livro Receber com Charme;

Ingredientes:
Queijo Pecorino
Baguette "dormida" (ou pão italiano)
Nozes

Modo de fazer

Passei um pouco de manteiga em uma baguette e torrei-a no forno. Ao esfriar cortei em rodelas e coloquei fatias finas de pecorino (comprado a peso de ouro na Perini e  com uma qulidade duvidosa, principalmente em comparação aos maravilhooooosos pecorinos da Itália). Enfim só isso. A reaçào dos amigos foi surpreendente. Amaram e citaram o conjunto de sabores hamônicos  que se formou.


sexta-feira, 1 de junho de 2012

Meringa de Frutas vermelhas com creme de tangerina


Amigos,
Que delícia essa receita, não somente deliciosa como facílima de fazer! fez o maior sucesso no jantar, até porque é bem bonita!! recomendo muuuuiitoo!!!Essa receita é do livro Recber com Charme da Casa & Comida.


Ingredientes:
(para 6 pessoas)
½ lata de leite condensado
 ½ lata de creme de leite
1 colher (sopa) de suco concentrado de tangerina
 6 amoras firmes 6 framboesas firmes
1 colher (sopa) de geléia de framboesa
½ copo de água
1 pacote de suspiro (pronto) Chantilly

Modo de fazer:

Bati o leite condensado o creme de leite e o suco de tangerina no liquidificador até obter um creme espesso. Reservei. Para fazer a calda de frutas vermelhas, coloquei em uma panela as amoras, os morangos as framboesas, a geléia e a água e levei ao fopgo médio por 10 minutos, mexendo sempre. Montagem: Coloquei no fundo de uma taça o creme de tangerina e cubri com uma camada de suspiros (não quebro muito) e outra de chantilly. Finalizei jogando por cima a calda de frutas.