sexta-feira, 23 de novembro de 2012

Pão Francês


Gente, 
Ontem para mim foi a "noite do pão"! fiz tantos pães...  faltou a foto de outro que não cresceu muito por isso eu vou refazer. Esse mais claro, Pão Camponês, postarei a receita depois pois ele merece!!. Por enquanto fiquem com a receita deste pão de sal. Amigos, quando esse pão sai do forno é tão crocante, tão gostoso.. ai, ai..

2 1/2  Xícaras de chá água morna
2 colheres de sopa de  fermento
3 Colheres de  sopa de sopa de açúcar
 2 colheres de sopa vinagre branco (usei de arroz)
1 colher de sopa de sal
1/3 xícara de chá óleo (uso de canola )
6-7 xícaras de chá de  farinha (ou um pouco mais se necessário) um copo de cada vez -

Primeiramente
 Adicionei  a  água,  o fermento o açúcar e o vinagre e deixei descansar até espumar (cerca de 3-5 minutos). Em seguida, acrescentei o óleo, a farinha (aos poucos, um copo por vez). Adicionei o suficiente até a massa ficar macia, mas firme o suficiente para moldar em pães. Sovei por 2-5 minutos e depois coloquei no forno por 1 hora (ou até dobrar de tamanho)com uma pequena panela de água fervente, A água vai manter a massa úmida.  Cada vez que a massa subira eu apertava e colocava,  novamente na vasilha ( você pode apenas empurrá-la para baixo, fiz isso umas 5 vezes). Em uma bancada, moldei a massa( fiz um retângulo e enrolei e dei cortes em diagonal) e dividi em dois  (a depender do tamanho que quiser poderá dividir em mais partes) .Untei uma assadeira com manteiga e polvilhei com farinha de milho. Cobri com gema batida e deixei crescer  por uns 30 minutos ( mas pode ser mais) . Coloquei nos primeiros 10 minutos o forno a 170 o C. Depois aumentei para 200 e assei por 30 minutos (ou até dourar).
Obs. 
-Se a massa  ficar um pouco mole, muito pegajosa coloque um pouco mais de farinha
-Coloque a água fervente no forno com ou armário onde o pão está crescendo para que a massa para cresça mais rápido. - Melhor servir bem quentinho com manteiga: irresistível!! (Meu marido quase comeu um inteiro, rs..


Pão Camponês




Pão Francês






sexta-feira, 16 de novembro de 2012

Broa de Fubá




Gente,

Amo essas broinhas (acho meio trabalhosas) mas a massinha tão fofa, digna do lugar que achei (Blog Fofurices), nem parece broa, rs, pois fica com uma sabor de uma biscoito fino, rs... delicia que recomendo.. ai..ai

Rendimento 25 broinhas de 6cm de diâmetro
 1 xícara de leite
 1 xícara de água
 1 xícara de açúcar
 3/4 xícara de óleo de canola
 1 colher de chá de sal
 1 xícara de fubá de milho (tipo fino, bem fininho)
 1 xícara de farinha de trigo
 1 colher de sopa de semente de erva doce ( Eu coloco um sachet de chá)
 4 ovos grandes
 Fubá grosso para decorar

 Papel manteiga para forrar a assadeira
 Bico 1M e saco de confeitar

Modo de Fazer:
 Pré aqueci o forno a 200°C. Forrei a assadeira com papel manteiga.

 Em uma panela de fundo grosso coloquei o leite, o óleo, a água, o sal e o açúcar e levei ao fogo alto até ferver. Retirei do fogo e juntei de uma só vez a farinha e o fubá. Voltei ao fogo e misturei bem até formar uma bola bem lisinha sem nenhum carocinho de farinha. Tirei do fogo (para não cozinhar demais). Deixe descansar por 5 minutos e então adicionei o sachet de erva doce, misturei bem e deixe descansar por mais 20 minutos. Juntei os ovos um a um mexendo com uma espátula  até deixar a massa bem lisa. Repeti o processo com cada ovo e bati bem a massa até que estivesse homogenea e brilhante (pode ser feito na batedeira com o batedor folha). (Está no ponto quando ao colocar uma quantidade na ponta dos dedos indicador e polegar, e a massa não  escorrer e formar um fio grosso. Coloqui o bico 1M em um saco grande e descartável de confeitar, fiz voltinhas de 5cm de diâmetro no papel manteiga, deixei um espacinho entre as voltinhas. (achatei a pontinha para não queimar a broa). Salpiquei fubá grosso por cima das broinhas.  Levei ao forno obedecendo a seguinte ordem: 5 minutos: Aumentei a temperatura para 230°C. - 15-20 minutos: Baixei a temperatura para 200°C e deixei assar até que estivessem douradas.  10 minutos: Baixei a temperatura para 180°C para que as broinhas secassem. Deixei esfriar dentro do forno. 





Quando saiu do fogo


 
Após adicionar os ovos
usando o bico


Quiche de Mandioquinha


Amo mandioquinha, por isso recolvi fazer esse quiche. Ele é maravilhosos para quem gosta de coisas  sudáveis e menos calóricas do que as trotas tradicionais. Achei no Diga Maria.

Ingredientes:

para a massa
250 gramas de farinha de trigo
125 gramas de manteiga sem sal, gelada e cortada em cubinhos
1 ovo 1 gema
1/2 colher de chá de sal
 Recheio
 500 gramas mandioquinha (ou batata baroa)
 100 gramas de queijo parmesão ralado
 250 gramas de iogurte natural
 3 ovos uma pitada de sal pimenta do reino a gosto

Massa:
Pre-aqueci o forno a 220 ºC.
Descasquei, piquei em pedaços grandes e cozinhei a mandioquinha em água fervente com um pouquinho de sal, reservei.

Numa tigela coloquei a farinha, a manteiga gelada em cubinhos e o sal.  originalmente  recomenda-se misturar com a ponta dos dedos) mas eu processo tudo  até virar uma farofa. Juntei o ovo e a gema e continuei processando até obter uma massa lisa e maleável (se necessário, acrescente um pouco de água gelada para dar liga (aqui não precisou).  Abri a massa em um refratário e reservei. Escorri bem e amassei com um garfo a mandioquinha. Deixei esfriar enquanto coloquei no liquidificador: os ovos, o iogurte, a pitada de sal e a pimenta do reino. Bati por alguns minutos e só então juntei a mandioquinha. Bati até incorporar e acrescente 2/3 do queijo. Bati rapidamente e transferi para a assadeira com a massa. Cobri com o restante do queijo parmesão ralado e levei ao forno por aproximadamente uma hora (ou até que esteja com a superfície dourada). Deixei esfriar um pouco e servi.




Torta de limão siciliano


Aproveitando a fartura de limões sicilianos que ora acontece por estas bandas, resolvi fazer essa torta que estava  na fila há mais de ano. Enfim, vale a pena: Limão siciliano sempre vale a pena... a massa doce é leve o sabor do limão também suave. fiz na quinta feira da semana que passou e  voou na hora. Achei no Blog Na cozinha.

Massa:
200 g de farinha de trigo
100 g de manteiga gelada
50 g de açúcar 1 ovo

Recheio:
5 ovos
200 g de açúcar
Raspa de 1 limão siciliano
Suco de 2 limões sicilianos
250 ml de creme de leite fresco
Açúcar de confeiteiro para polvilhar

Modo de fazer:
Massa: Coloquei a farinha, a manteiga e o açúcar no processador e bati até obter uma mistura esfarelada. Adicionei o ovo e bati mais um pouco, até a massa formar uma bola. Levei para gelar por 30 minutos.

Preaqueci o forno a 190°.
Recheio: Bati bem os ovos com o açúcar, adicionei as raspas e o suco de limão. Fora da batedeira adicionei o creme de leite e misturei bem. Levei à geladeira por 1 hora.  Forrei o fundo e a lateral da forma com a massa, cubri com papel-manteiga, enchi com arroz cru para não levantar e assei por 10 minutos. Retirei o papel com o arroz e assei por mais 5 minutos. Reduzi o forno para 180°. Adicionei o recheio, assei até ficar ligeiramente dourado .Retirei do forno e deixe esfriar. Polvilhei com açúcar de confeiteiro e zestes de limão (se preferir, faça um merengue com 100 ml de claras e o dobro de volume de açúcar. Bata bem as claras e vá adicionando o açúcar aos poucos. Mantenha na batedeira por 10 minutos. Coloque sobre a torta, antes de assar, com bico pitanga. Asse até ficar levemente dourada. )Para o meu paladar, prefiro a torta sem o suspiro.