sábado, 25 de dezembro de 2010

Ceia de Natal - Pudim de Avelãs


Creio que de tudo que fiz para  o Natal o que mais amei foi esse Pudim . Ele me lembra a Europa... aquele sabor marcante de avelã que tanto amo! é um pudim totalmente diferente, foge daquela fórmula do leite moça. Peguei no site Trem Bom (Blog que amo) que achou neste livro  The Big Sur Bakery Cookbook Enfim, fiz algumas adaptações tais  como,   não fiz em forminhas pequenas e não utilizaei as  avelãs picadas ao fundo, fia a calda de forma diferente: Amo esse pudim! As fotos não ficaram a altura das fotos de Cela pois tínhamos pressa de sair antes da ceia.

Para a calda:
Não utilizaei a calda original, fiz a de Pierre Hermé (Larousse das sobremesas de Pierre Hermé) que éigual a que minha mãe usava hà 50 anos atrás no interior da Bahia.. rs
  •  100 g de açúcar
  •  30 ml de água
  • 4 gotas de limão (usei siciliano)
->misturar e deixar caramelizar no fogo bem baixo  forrar a forma com essa calda. Deixe para fazer quando  o creme já estiver pronto
Para o creme do pudim:
  • 1 xicara de avelãs
  • 2 xícaras de leite
  • 2 xícaras de creme de leite fresco (utilizaei duas caixinhas)
  • ¾ xícaras de açúcar
  • ½ colher chá de sal niveladas
  • 3 ovos inteiros
  • 5 gemas
 Forma de pudim 

Pré-aqueça o forno – 180oC.


Coloque as avelãs numa assadeira e leve ao forno por uns 10 minutos para ficarem bem tostadinhas. Retire do forno e espere até que fiquem frias, retirei as peles. Pique as avelãs grosseiramente.(passei no processador)
Diminua a temperatura para 150oC.
Numa panelinha coloque o leite,  creme de leite, metade do açúcar, sal,  e avelã leve ao ponto de fervura sob fogo médio-alto (não deixei ferver). Retire do fogo e deixe descansar por 30 minutos para que o sabor da avelã penetre no creme.
Enquanto isso ponho os ovos, gemas e restante de açúcar numa tigelinha e bata bem com um fouet, para ficar com uma mistura uniforme.
Quando os 30 minutos passarem leve a panelinha de volta ao fogo e assim que se aproximar do ponto de fervura vá derramando a mistura na tigelinha com os ovos e misturando com um fouet vigorosamente, sem parar (retirei do fogo para não correr o risco de ferver).  Depois coe esta mistura e devolva o creme para a panelinha. Mexa até que a mistura engrosse – faça o teste da colher: se o creme revestir a parte detrás da colher. Coloque na forma de pudim e coloque as forminhas numa assadeira.  Leve ao forno em banho Maria – cubra a forma com papel alumínio, e asse por 30 minutos. Após 30 minutos retire o papel alumínio e deixe a forma no forno por mais uns 15 minutos até que o pudim fique no ponto. Retire a forma do forno e deixe esfriar. Leve à geladeira até a hora de servir.
Muito delicia este pudim, galera!






Nenhum comentário: