segunda-feira, 15 de agosto de 2011

Bolo Maravilhoso de Carimã (Puba)


Após fazer cupcakes de coco e de carimã (conhecido também como puba, principalmente no interior da Bahia) me deparei com sobras destas matérias primas. Que fazer? Buscar no meu amigo “Google” uma receitinha que utilizasse essas sobras. Achei essa maravilhosa receita no saudoso Rainhas do Lar. Carimã é um subproduto da mandioca, de origem indígena. Gosto de  tudo da mandioca : farinha, tapioca (goma pra fazer beiju), quebradinha, dentre outros, mas para fazer bolo, puba é o que mais gosto.

Gente, você não tem noção da delícia que é esse bolo! Tive que levar para o trabalho, pois não parava de comer!!

Faça urgentemente, e agradeça aos nossos queridos índios brasileiros por esse maná, sem esquecer do povo do norte / nordeste que preservou as tradiçoes: veja a história, as diferenças e outras informações sobre a mandioca e seus subprodutos nesse link do Rainhas.

Ingredientes:

½ litro de leite (sendo que metade leite de vaca e  a outra leite de coco)
200 g de manteiga (temperatura ambiente)
1 ½   xícara de açúcar (usei cristal)
4 ovos inteiros
700 g de carimã
"Um punhado" de coco ralado (coloquei 1 xícara)
2 col. de chá de fermento ( o original não pede)

Modo de fazer:

Bati no liquidificador os quatro primeiros ingredientes e reservei. Em outro recipiente amassei  com as pontas dos dedos a massa de carimã para  tirar as bolotinhas e misturei o coco ralado e o fermento, coloquei o líquido junto a   esta mistura e  com o fouet,  mexi bastante. Coloquei em forma untada (como fiz metade desta receita,  coloquei em uma forma de 20 cm) mas creio que  poderá ser usada uma de 22 a 25 cm, devidamente untada e povilhada com farinha de trigo. Ficou douradinho com 40 min, ai depende de seu forno.




2 comentários:

Adriana M disse...

Oi Ivaneide,
esse bolo lembra avó! A minha avó, que eu AMOOOOO demais, faz um bolo de carimã delicioso!
Bjs
http://batalhagourmet.blogspot.com

IVANEIDE disse...

Vocë tem razão!Hummmm.. vou guardar essa receitinha para quando eu for avó, rs